Posts recentes

Tags

Quando a blefaroplastia é indicada?


Sabe aquele excesso de pele nas pálpebras superiores e/ou inferiores, que têm rugas profundas na região periorbital ou que apresentam bolsas de gordura abaixo dos olhos? Então, a blefaroplastia é a solução para o fim desse incômodo!

Conhecida como cirurgia plástica da pálpebra, a blefaroplastia trata o excesso de pele, a flacidez muscular da região das pálpebras e bolsas de gordura, melhorando o aspecto funcional e estético da região.

Indicada para qualquer idade, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a blefaroplastia não é feita somente em pacientes mais velhos. A partir dos 25-30 anos de idade já se pode ter indicação para esta cirurgia. Até porque o aparecimento de excesso de pele nas pálpebras pode ser genético ou devido a características individuais.

Lembrando que, a blefaroplastia, além de melhorar a estética do olhar, é essencial para a manutenção da funcionalidade dos olhos, tratando e prevenindo danos ao campo da visão.

Pós-operatório: é difícil ou tranquilo?

De forma geral, a blefaroplastia é uma cirurgia que apresenta um pós-operatório tranquilo e sem desconfortos. Apesar dos roxos e edemas que surgem ao redor dos olhos, as dores e incômodos conseguem ser amenizados com analgésicos prescritos pelo cirurgião plástico.

E, os roxos e edemas desaparecem gradualmente nos primeiros dias de recuperação! Outros sintomas como sensibilidade à luz, ardor, coceira, lacrimejamento ou sensação de secura ocular são comuns nas semanas posteriores à cirurgia. Para amenizar esses desconfortos, o ideal é investir no uso colírios lubrificantes, prescritos pelo médico.

Quais são as recomendações gerais após o procedimento?

Para ter um pós-operatório tranquilo, é importante seguir as seguintes recomendações que também serão descritas pelo seu médico, são elas:

  • Para evitar o inchaço é recomendado o uso de compressas frias nas primeiras 48 horas de pós-cirurgia.

  • O uso das lentes de contato só é permitido após 15 a 30 dias da cirurgia;

  • As atividades físicas como caminhadas são permitidas, de forma suave, após 10 dias da cirurgia;

  • A exposição ao sol deve acontecer somente após o terceiro mês da cirurgia.

Desse modo, a maioria das pessoas conseguem retornar às atividades normais sem qualquer problema entre 7 a 10 dias após o procedimento. Mas isso não quer dizer que o tratamento acabou. O acompanhamento durante todo o período de pós-operatório é fundamental para avaliar os resultados com às expectativas do cirurgião e do paciente.

Vale ressaltar também que, apesar de ter longa durabilidade, a blefaroplastia não “dura para sempre”. O processo natural de envelhecimento do rosto continua normalmente, o que pode gerar um aumento da flacidez e rugas na região. Desse modo, para a manutenção da cirurgia é necessário a realização de tratamentos minimamente invasivos, como lasers e peelings.

Pronto! Agora que você sabe como levantar sua autoestima e acabar com o excesso de pele das pálpebras, agende sua consulta comigo e faça uma avaliação!